Novo Riacho

Urbi Et Orbi - Show na Feira no Bairro Novo Riacho em Contagem - 029
Projeto Workshop realizado em 1991 nas esquinas das ruas Padre de Man e Monte Azul

O Novo Riacho é um dos mais tradicionais bairros de Contagem. Em suas bordas margeiam a BR-381 e os arredores da cidade de Betim e do bairro Monte Castelo, entre outros. Desde os anos 80 o bairro vem recebendo várias grandes indústrias e empresas diversas, atraídas pela sua localização estratégica. Com um amplo centro comercial, a rua Mantiqueira, o bairro se desenvolveu muito nos últimos anos movimentado pelo enorme transito da rotina urbana que ali se instalou como parte do conjunto “Riacho das Pedras”.

Tradicional também é a participação do bairro (de seus cidadãos) na vida cultural contagense. Entre os diversos artistas locais com atividades na música, teatro, artes visuais, etc, está a Paz Armada, banda da Conexão que tem sua origem ali, em suas ruas, esquinas e praças. A Monte Azul, A Mantiqueira, a Tibre, a praça Itaperuna (praça da caixa d’agua)… foi no coração desse bairro rico em personagens impagáveis que a banda surgiu em 1889.

O novo Riacho foi também palco de um dos shows mais marcantes dos quais a Conexão participou. Em 1989, em parceria com o Mamão (com xixi), bar da época que sempre ofereceu atrações musicais em suas noites, aconteceu o Projeto Workshop. Foi uma tarde de domingo inesquecível ao som de diversas bandas de rock da RMBH. Rock, diversão e muita alegria.

É também o bairro do Festival da Juventude, talvez o mais antigo projeto cultural existente na cidade, por onde passaram artistas consagrados como Maurício Tizumba, Marcu Ribas, Rubinho do Vale, entre outros. O evento acontece desde 1985, época em que os jovens do bairro e membros da paróquia Cristo Salvador resolveram, na toada do primeiro Rock In Rio, lançar mão de uma pequena caixa de som para promover os artistas locais. Era um protesto contra os “enlatados” da cultura pop mundial. A ideia pegou e evoluiu muito desde então, contando agora com estrutura de qualidade para as apresentações dos poetas e músicos de toda a região.

É um bairro rico em diversidade cultural, social e política. É também um dos tantos que se vê agonizante quando o assunto é a resolução de seu enorme leque de problemas estruturais urbanos como a crescente taxa de violência. Não obstante a histórica necessidade de intervenções visando melhorias que privilegiem toda a população, é um local de encontro, de pontos culturais e de pessoas que vivem ali toda uma vida.


Obs.: Caso queira colaborar com o portal corrigindo ou enriquecendo este conteúdo, entre em contato comcontato@conexaocontagemalternativa.com.br ou através do Formulário de Contato